O governador interino Mauro Carlesse (PHS) fez um balanço das contas do governo na tarde desta segunda-feira (7). Atualmente, segundo o levantamento, o Estado tem uma dívida de R$ 1,374 bilhão. A conta não considera, porém, os reajustes salariais devidos aos servidores públicos.

Segundo o governo interino, a maior pendência é com os fornecedores e prestadores de serviço, cujo montante chega a R$ 345 milhões. Logo após vem a dívida patronal do governo com o Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Tocantins (Igeprev-TO), que chega a R$ 244 milhões.

Para tentar reduzir as despesas o governo determinou a volta da jornada de trabalho de seis horas. Além de exonerar quase 3 mil comissionados, porém, a Justiça determinou que novas exonerações não sejam feitas até o fim da eleição suplementar.

Segundo o governo, agora a prioridade é pagar as contas do mês e as dívidas retroativas serão negociadas. “A questão do tempo é difícil [para resolver o problema] porque vamos ter que negociar com cada um dos prestadores. Nós vamos ter que alongar isso para mais de ano porque o Estado não tem condição de pagar a dívida e continuar pagando o do mês. Qual é o nosso grande objetivo: pagar o do mês. Vamos por a casa em ordem, deixa em dias e o que está para trás vamos negociar”, falou o secretário da fazenda Sandro Henrique Armando.

Dívida do Estado passam de R$1,3 bilhão:

  • Saúde (médicos, prestadores de serviço e laboratórios) – R$ 138.692 milhões;
  • Pendências com fornecedores ou prestadores de serviço – R$ 345 milhões;
  • Dívida com consignados (valor descontado e não repassado aos bancos) – 182.945 milhões
  • Igeprev: valor descontado e não repassado ao instituto – R$ 107 milhões;
  • Igeprev: repasse patronal feito pelo Estado – 244 milhões;
  • Dívidas com o Plansaúde – R$ 162 milhões;
  • Repasse do duodécimo à Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas, Tribunal de Justiça, R$ 135 milhões;
  • ATS: Divida com a BRK, que presta serviço em 70 cidades – R$ 60 milhões.

Com informações: Portal G1Tocantins

 

 

 

SENAR participará da Agrotins 2018 em parceria com o SEBRAE e EMBRAPA

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), coordenado pelo presidente, Paulo Carneiro, participará da Agrotins 2018, em parceria com as instituições SEBRAE e EMPRABA.

Considerada uma das maiores feiras do segmento no País, a 18ª edição da Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins), será realizada nos dias 08 a 12 de maio, no Centro Agrotecnológico de Palmas, TO-050, Km 23, saída para Porto Nacional.  A Feira é reconhecida como a 8ª do Brasil, e a maior feira de agronegócios da região Norte do Brasil.

A feira tem uma semana de duração e serão apresentadas vitrines tecnológicas com indicação de novas cultivares, adaptadas a realidade do clima e solo da região, e economicamente viáveis. Além de palestras e cursos voltados para a área rural, exposição e julgamento de raças de animais, torneio e a modernidade de máquinas e implementos agrícolas, veículos e instituições de fomento.

TECNOLOGIAS

O evento vem se firmando como referência na divulgação, transferência de conhecimento e tecnologia para o crescimento do segmento agropecuário regional atraindo expositores e investidores de várias partes do Brasil que tem entre as fontes econômicas, o agronegócio. Pensando nisso o SENAR, participará nos dias de campo, levado produtores rurais do estado, onde eles participarão não só do dia de campo, mas também vivenciarão de perto como funciona na pratica cada um dos assuntos que serão abordados nas estações, durante cada encontro da Feira Tecnológica.

 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DO SENAR, SEBRAE e EMBRAPA:

Durante a feira, nos dias de campo serão realizados na Unidade de Aprendizagem Tecnológica da Embrapa no período de 09 a 11/04/2018, Horário: 07h30 às 11h30.

 

Estarão disponíveis as seguintes estações temáticas e tecnologias:

 

Estações temáticas:

 

– Cultivares de arroz da Embrapa

 

– Sisteminha Embrapa

 

– Produção de algodão

 

– Adubação do milho safrinha consorciado.

 

– Cultivares de capim da Embrapa.

 

– Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF).

 

– Manejo de pastagens

 

– Espaço da Piscicultura

 

 

Demonstrações práticas:

 

– Manejo do Solo e da Água;

 

– Moto semeadora (Ikeda);

 

– Régua de manejo de pastagens (Prático de Garça);

 

– Escore Corporal de Bovinos com VetScore (Prático de Garça);

 

– Balança de Passagem – BalPass (Coimma)