Marlon Reis (REDE), o candidato afirma que não autorizou de forma alguma o uso de seu nome em nenhuma candidatura, diz ele que “Nosso eleitorado não pode ser tratado como membro de um curral, essa política é perversa”.

A polemica começou quando a coligação de Vicentinho grava vídeo endereçado aos eleitores do ex- juiz, Marlon Reis, no vídeo os 55 mil eleitores são convocados a apoiar Vicentinho, (PR), alegando que o candidato teria a ficha limpa tão quanto Marlon.

A reposta do ex juiz foi imediata alegando não apoiar ninguém representado por antigas oligarquias como Siqueira Campos e Brito Miranda.