O candidato ao Governo, Carlos Amastha do PSB desistiu de ser candidato ao Governo. Ele confirmou a informação na manhã de hoje. “Não conseguimos aglutinar as chapas proporcionais”, disse.

A decisão teria sido tomada ontem após a convenção e será vista agora uma saída jurídica para a indicação dos dois candidatos ao Senado: Ataídes Oliveira e Vicentinho Alves. Ele poderá ser substituído na cabeça de chapa e disse que não vai prejudicar os senadores.

“Não deu certo a formação das coligações”, admitiu Amastha que ficou abalado após perder o PCdoB e PTB, aliados de primeira hora que migraram para o adversário Marlon Reis. A decisão dele sai um dia após sua convenção.

” Não vou abrir mão do PCdoB e do PTB por isso não sou mais candidato, sem eles meu projeto não tem essência, estou fora”, disse.

A insatisfação do PCdoB e do PTB foi com a formação do Chapão. Eles queriam duas chapas sendo uma para os partidos pequenos e ficaram decepcionados ao saberem em cima do palanque ontem na convenção que não teria duas chapas.

José Geraldo virou vice de Marlon Reis e o PCdoB a primeira suplente Germana Pires.

Com informações Gazeta do Cerrado