O médico Gabriel Costa Lima, 28 anos, foi vítima de um assassinato brutal nas proximidades de uma cachoeira na Chapada dos Veadeiros, em Alto Paraíso de Goiás/GO. O crime, que aconteceu na madrugado desse sábado (13),  e abalou a cidade de Augustinópolis, comovendo amigos e vizinhos do advogado Damon Coelho Lima e da professora Lucíola Alvim Costa Lima, pais da vítima. De acordo com a polícia, Gabriel foi executado com, pelo menos, quatro tiros.

Conforme a Polícia Civil o corpo do jovem médico foi encontrado em uma estrada vicinal dentro de uma fazenda, próximo a Cachoeira dos Cristais, na Chapada dos Veadeiros, em Alto Paraíso de Goiás/GO, região norte do estado. O local teria sido palco de festa na noite anterior. A Polícia Civil trabalha com a possibilidade de execução.

Gabriel, além de médico, era tenente do Exército Brasileiro e atualmente morava no Rio de Janeiro, onde era residente em ortopedia. Os pais de Gabriel, que teriam recebido a informação da morte do filho por um parente, viajaram no início desta noite de sábado para o Goiás para identificar o corpo do filho.

Investigação

“A suspeita é de execução pelo modus operandi do crime. Esses tiros na nuca e na bochecha nos leva a crer isso. Se fosse um assalto, não teria necessidade desses disparos. Porém, não descartamos outras hipóteses”, disse o delegado plantonista que atendeu o caso, Yasser Yassine.

Com informações – Voz do Bico